Banner
29
Oct

FOTO-SEDEPREFEITURA-SITE

A Prefeitura de Santa Cruz, através da secretaria municipal de Finanças, confirmou para esta terça-feira (30) o início do pagamento dos servidores municipais referente ao mês de outubro. A gestão municipal utiliza um cronograma de pagamento e sempre quita os vencimentos de seus colaboradores em três dias.

Nesta terça-feira (30), primeiro dia de pagamento, recebem os servidores da Educação (FUNDEB 40%), da Assistência Social (Conselho Tutelar, CRAS, CREAS, Bolsa Família, Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos –SCFV), além de servidores das demais secretarias, com exceção dos da Saúde.

Quarta-feira (31), segundo dia de pagamento, recebem os servidores da Saúde, inclusive os dos programas ligados à pasta (ESF, PACS, Saúde Bucal, Agentes de Endemias, NASF, CAPS e CER). Na quinta-feira, 1º de novembro, a Prefeitura de Santa Cruz conclui a folha do mês de outubro pagando os salários dos professores dos ensinos infantil e fundamental.

O valor líquido da folha do mês de outubro é de 1.994.456,00 (um milhão novecentos e noventa e quatro mil quatrocentos e cinquenta e seis reais).

carto_bem_estar

Comentários (0)
29
Oct
redecom_contratapessoa
Comentários (0)
29
Oct

fatima-petronio-desempenho

O voto de Fátima Bezerra (PT) em Santa Cruz tem se mostrado independente ao longo dos pleitos eleitorais.

Fátima Bezerra tem recebido reconhecimento das urnas em Santa Cruz desde a consolidação dos campi de Santa Cruz da UFRN e do IFRN, conseguindo atrelar seu nome a expansão dos equipamentos de educação, e fazendo com que esse reconhecimento se transforme em votos.

Fatima Bezerra foi a mais votada em Santa Cruz desde 2010 para o cargo que disputou. Foi assim como deputada federal naquele ano, para Senadora da República em 2014 e agora, para governadora do estado.

A maior prova de enlace é que Fátima em 2006, obteve pouco mais de 2 mil votos, contra mais de 5 mil obtido naquela época por Fábio Faria, candidato do sistema governista. E nesse ano, ainda não se tinha campus de Santa Cruz da UFRN e do IFRN.

Outro exemplo que mostra que o voto de Fátima Bezerra é independente é o desempenho dela apoiando candidatos para o pleito municipal em Santa Cruz.

Em 2008, ano de criação da UFRN em Santa Cruz, o candidato apoiado por Fátima Bezerra teve o melhor desempenho nas urnas. Naquele ano, Dr. Petrônio Spinelli obteve mais de 8 mil votos na disputa pra prefeito, mas foi derrotado pelo ex-prefeito Péricles Rocha, que foi apoiado por Tomba Farias.

De lá para cá, Fátima Bezerra viu o seu apoio a candidatos diminuírem e o PT de Santa Cruz definhar.

Em 2012, Fátima Bezerra esteve presente na campanha de Dr. Petrônio Spinelli mais uma vez. Naquele ano, o candidato a prefeito obteve pouco mais de 1.200 votos, ficando em terceiro lugar na disputa.

Em 2016, com toda a oposição de Santa Cruz unida novamente, Fátima Bezerra fez campanha para Gilcelly Adriano, que perdeu por mais de 6 mil votos, na maior derrota da oposição de Santa Cruz em um pleito eleitoral municipal.

Além disso, Fátima viu o PT ter seu pior desempenho em um pleito municipal, obtendo pouco mais de 800 votos naquele ano com todos os candidatos a vereador do partido.

É inegável que Fátima Bezerra recebe o reconhecimento do eleitor santa-cruzense quando seu nome aparece nas disputas, mas quando o pleito é municipal, a liderança do deputado Tomba Farias prevalece e ele sempre tem obtido êxito desde o ano 2000 na capital do Trairi.

Blog_Edipo_Autismo_1950x300px-FINAL

Comentários (0)
29
Oct

urna-eletronica-mao

A 16ª Zona Eleitoral classificou como tranquilo o pleito eleitoral em segundo turno nos locais de votação em Santa Cruz.

Mesmo com mudanças significativas em, praticamente, metade dos locais de votação, o comparecimento de eleitores no segundo turno foi quase o mesmo que no primeiro turno, mostrando que a informação chegou ao eleitor.

Além disso, não foram registradas ocorrências mais graves como compra de votos ou boca de urna, o que fez com que o pleito fluísse com tranquilidade e os eleitores, praticamente, não enfrentasse filas ao longo do dia.

Com o final das eleições com dois turnos realizados com sucesso, o trabalho na Justiça Eleitoral continua para que os tramites legais sejam cumpridos e a zona eleitoral esteja regular em suas obrigações pós-eleição.

O comparecimento nas urnas do eleitor de Santa Cruz foi de 84,38%. Isso que dizer que, dos 23.724 aptos a votar, compareceram as urnas 20.011 eleitores neste segundo turno.

banner_odontopremium

Comentários (0)
29
Oct

bolsonaro-corte-03

Jair Messias Bolsonaro, do PSL, foi eleito o 38º presidente da República neste domingo (28) ao derrotar em segundo turno o petista Fernando Haddad, interrompendo um ciclo de vitórias do PT que vinha desde 2002.

A vitória foi confirmada às 19h18, quando, com 94,44% das seções apuradas, Bolsonaro alcançou 55.205.640 votos (55,54% dos válidos) e não podia mais ser ultrapassado por Haddad, que naquele momento somava 44.193.523 (44,46%).

No discurso da vitória, Bolsonaro afirmou que o novo governo será um "defensor da Constituição, da democracia e da liberdade".

Aos 63 anos, capitão reformado do Exército, deputado federal desde 1991 e dono de uma extensa lista de declarações polêmicas, Jair Bolsonaro materializou em votos o apoio que cultivou e ampliou a partir das redes sociais e em viagens pelo Brasil para obter o mandato de presidente de 2019 a 2022.

Na campanha, por meio das redes sociais e do aplicativo de mensagens WhatsApp, apostou em um discurso conservador nos costumes, de aceno liberal na economia, de linha dura no combate à corrupção e à violência urbana e opositor do PT e da esquerda.

Com isso, se tornou um fenômeno eleitoral ao vencer a corrida presidencial filiado a uma legenda sem alianças formais com grandes partidos, com pouco tempo na propaganda eleitoral de rádio e TV e distante das ruas na maior parte da campanha, em razão do atentado no qual sofreu uma facada que o perfurou no abdômen.

Após quatro vitórias consecutivas do PT em eleições presidenciais (2002, 2006, 2010 e 2014), o novo presidente eleito se apresenta como um político de direita.

Vitorioso na primeira vez em que se candidatou a presidente, Bolsonaro sucederá Michel Temer (MDB), vice de Dilma Rousseff (PT) que assumiu o governo em 2016 devido ao impeachment da petista.

Com informações do G1

bannerpostagensumacasa

Comentários (0)
29
Oct

fatimaeleita

Com 100% das urnas eletrônicas apuradas às 20h46, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a candidata Fátima Bezerra (PT) foi eleita governadora do Rio Grande do Norte em segundo turno, neste domingo (28). Ela recebeu 1.022.910 votos, ou 57,60% dos válidos e Carlos Eduardo (PDT), 753.035 votos (42,40%).

Ao todo, votaram 1.942.196 eleitores dos 2,3 milhões que estavam aptos a votar, o que corresponde a 81,86% do eleitorado do RN. Votos brancos (1,75%) e nulos (6,81%) somaram 166.251 votos. Houve ainda 430.383 abstenções (18,14%). Somados brancos, nulos e abstenções, chega-se a 596.634 eleitores aptos que não escolheram nenhum dos candidatos.

"O RN pode ter a certeza de que serei a governadora de todos e todas, dos que votaram em mim, e dos que não votaram também. Teremos um governo de diálogo, um governo de união, para construir um RN que tenha paz, segurança, dignidade e empregos pro nosso povo", declarou em coletiva logo após a confirmação do resultado.

Fátima foi considerada eleita matematicamente às 18h34, quando as urnas estavam com 90,77% apuradas. Ela é a única mulher eleita governadora no país em 2018 e a terceira a ser escolhida para o cargo no estado. Mesmo antes do fim da totalização de votos, ela também já foi considerada a governadora eleita com o maior número de votos na história do estado.

Fátima Bezerra tem 63 anos. É professora, pedagoga e atualmente ocupa o cargo de senadora da república pelo Rio Grande do Norte. Ela nasceu em 19 de maio de 1955 em Nova Palmeira, na Paraíba, mas mora no Rio Grande do Norte desde a adolescência. Se filiou ao PT em 1981 e entrou na carreira política-eleitoral após atuação no sindicato dos professores do estado.

Antes do Senado, Fátima foi eleita deputada estadual duas vezes consecutivas, nas eleições de 1994 e 1998. Em 2002, disputou pela primeira vez um cargo na Câmara Federal. Ganhou e foi eleita outras duas vezes, em 2006 e 2010, sempre pelo Rio Grande do Norte. Entre as candidaturas vitoriosas no Legislativo, disputou a Prefeitura de Natal nos anos de 1996, 2000, 2004 e 2008, mas perdeu nas quatro ocasiões.

Em 2014, com 808.055 votos potiguares (54,84% dos válidos), Fátima foi eleita senadora. Ela poderia permanecer no cargo até 2022, mas decidiu se candidatar ao governo do estado. Eleita, a professora assumirá pela primeira vez um cargo do Poder Executivo - a única governadora eleita no país em 2018.

Com informações do G1/RN

bannerpostagensumacasa

Comentários (0)
27
Oct

sinte_materialirregular1

A Justiça Eleitoral, através da 16° Zona Eleitoral, com sede em Santa Cruz, proferiu decisão judicial em desfavor do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE/RN), regional do Trairi.

Através de denúncia recebida pelo aplicativo Pardal, a Justiça Eleitoral verificou que o Sinte distribuiu material nas escolas das redes municipal, estadual e federal de Santa Cruz com cunho tendencioso em favor das candidaturas de Fernando Haddad, para presidente, e Fátima Bezerra, para governadora.

O material foi distribuído entre professores e também afixado em murais expostos para alunos e servidores nas escolas.

Após a denuncia, a juíza da 16° Zona Eleitoral, Dra. Giselle Cortez Draeger, comprovou a irregularidade do material, determinou a retirada do jornal dos murais e pediu para que a Polícia Militar fizesse vistoria nas escolas para que a determinação fosse cumprida.

A juíza eleitoral ainda pediu para que o Sinte esclareça a situação em um prazo de 48h a contar da sentença, que foi expedida na última quinta-feira, dia 25.

A manobra do Sinte em favor dos candidatos petistas foi entendida como irregular e buscou beneficiar as candidaturas com material tendencioso e que denigre a imagem das candidaturas concorrentes às do PT neste pleito no RN e no país.

sinte_materialirregular3

sinte_materialirregular2

banner_carloschagas

Comentários (0)
27
Oct
26
Oct

urna-eletronica-mao

A 16ª Zona Eleitoral, através de sua juíza, Dra. Gisele Cortez, divulgou as rotas dos transportes de eleitores da zona rural para a sede dos municípios de Santa Cruz, Japi e São Bento do Trairi neste segundo turno do pleito eleitoral.

Os eleitores devem ficar atentos aos veículos e motoristas que estarão à disposição ao longo do dia para o transporte. Qualquer outro transporte de eleitor pode ser considerado irregular.

A seguir, as rotas estabelecidas para o próximo domingo, dia do primeiro turno do pleito eleitoral:

rotaeleitoral_santacruz

rotaeleitoral_japi

rotaeleitoral_sbt

autoescolar3a1banner

Comentários (0)
26
Oct

SEMANA-FAMILIAACOLHEDORA-004

A Prefeitura de Santa Cruz, com o apoio do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), promoveu a Semana de Sensibilização do Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora para crianças e adolescentes, desenvolvida no município de 22 a 25 de outubro.

Na última segunda-feira (22) uma audiência pública foi realizada, no Teatro Municipal Candinha Bezerra, para apresentar a campanha institucional Abrace Vidas, do MPRN. Esse evento fez parte das atividades de mobilização, que envolvem a secretaria municipal de Assistência Social, o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Infância, Juventude e Família (CAOPPUF) e a 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Santa Cruz, e que buscam divulgar esse serviço, bem como, selecionar, cadastrar, capacitar e acompanhar as famílias acolhedoras.

Essa semana também foi marcada por mesa redonda na Rádio Santa Cruz AM, panfletagem, divulgação em carro de som e buscativa de famílias que atendam ao perfil do programa.

O Família Acolhedora é um serviço da Prefeitura de Santa Cruz e foi institucionalizado no município através da Lei Municipal Nº 685/2015. Na prática ele funciona oferecendo acolhimento familiar para crianças e adolescentes afastados, temporariamente, de sua família de origem, preservando vínculos, salvo determinação judicial em contrário, possibilitando a convivência comunitária, o acesso à rede de políticas públicas e apoiando o retorno da criança e do adolescente à família de origem.

SEMANA-FAMILIAACOLHEDORA-002

SEMANA-FAMILIAACOLHEDORA-001

brenobannernovo

Comentários (0)