RN no G1

Últimas notícias de Natal e todo o estado do RN. Acompanhe informações de trânsito, tempo, agenda cultural, telejornais e coberturas da Inter TV Cabugi.
g1 > Rio Grande do Norte

  1. Candidatos interessados devem se cadastrar através do portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego. Carteira de trabalho, emprego, renda, Caged, contratação, Paraná, Curitiba Reprodução/RPC O Serviço Nacional do Emprego (Sine) do Rio Grande do Norte oferece 105 vagas de emprego para Natal, Região Metropolitana e Mossoró nesta quinta-feira (23). As vagas são para cargos permanentes. Confira abaixo. Para concorrer às vagas, os candidatos devem se cadastrar via Internet através do Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS. Os telefones para agendamento de atendimento presencial e informações são: (84) 3190-0783, 3190-0788. O atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 12h. Vagas disponíveis Natal e Região Metropolitana Assistente de vendas - 1 Atendente de mesa - 1 Auxiliar de armazenamento - 2 Controlador de pragas - 1 Desenhista industrial gráfico (designer gráfico) - 2 Instalador de som e acessórios de veículos - 1 Instalador-reparador de linhas e aparelhos de telecomunicações - 18 Manicure - 3 Massagista - 6 Mecânico de auto em geral - 1 Mecânico de automóvel - 4 Pizzaiolo - 1 Técnico em eletromecânica - 1 Vendedor pracista - 2 Pessoas com deficiências Auxiliar de engenheiro da construção civil - 1 Auxiliar de limpeza - 5 Operador de telemarketing ativo e receptivo - 50 Pedreiro - 1 Recepcionista atendente - 1 Mossoró Cozinheiro geral - 1 Padeiro - 1 Vendedor pracista - 1

  2. Vinte estabelecimentos foram alvos da Operação Sucata, 13 no interior e 7 na Grande Natal. Ninguém foi preso. Operação em 11 cidades do RN apreende materiais e multa 3 sucatas por irregularidades Divulgação/Polícia Civil do RN Uma operação conjunta da Polícia Civil com a Secretaria de Tributação, realizada em 11 cidades do Rio Grande do Norte, resultou em três sucatas autuadas por irregularidades nas compras de materiais em em Mossoró, Macau e Guamaré. A ação aconteceu na manhã desta quarta-feira (22) e, somente no interior do RN, focou em 13 alvos. Já na região metropolitana da capital, sete sucatas foram fiscalizadas: quatro em Natal, uma em Parnamirim, uma em Macaíba e uma em São Gonçalo do Amarante. Em uma das sucatas, foi apreendido material com suspeita de origem ilícita e encaminhado para a delegacia. Ninguém foi preso. As diligências aconteceram nos municípios de Natal, Mossoró, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Areia Branca, Assu, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau e Guamaré. A Operação Sucata resultou em oito apreensões, R$ 152.680 em mercadorias apreendidas e R$ 50.384 em multas e impostos. O valor será recolhidos pela Secretaria Estadual de Tributação (SET). Operação em 11 cidades do RN apreende materiais e multa 3 sucatas por irregularidades Divulgação/Polícia Civil do RN A ação, de acordo com a Polícia Civil, vai contribuir para a investigação da atividade específica de vendas de peças e veículos. A Operação foi deflagrada por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV) e das Diretorias de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN) e do Interior (DPCIN), com apoio do Corpo de Bombeiros e da Secretaria Estadual de Tributação. Também participaram representantes da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), da Petrobras e de operadoras do sistema telefônico.

  3. Estabelecimentos deverão acompanhar ou acionar polícia para atender mulheres que se sintam ameaçadas dentro de suas dependências. Bar em Natal (Arquivo) Divulgação Uma lei publicada nesta quinta-feira (23) no Rio Grande do Norte obriga bares, casas noturnas, restaurantes e estabelecimentos similares a adotarem medidas para auxiliar as mulheres que se sintam em situação de risco nas suas dependências. O texto da lei sancionada pela governadora Fátima Bezerra (PT) está na edição do Diário Oficial do Estado. De acordo com ele, o auxílio à mulher deverá prestado com oferta de acompanhamento até o carro, outro meio de transporte ou comunicação à polícia. A norma também estabelece que cartazes devem ser fixados nos banheiros femininos ou em qualquer ambiente do local, informando a disponibilidade do empreendimento para o auxílio à mulher que se sinta em situação de iminente risco de sofrer abusos físicos, psicológicos ou sexuais. Outras estratégias que possibilitem a comunicação eficaz entre a mulher e o empreendimento podem ser adotadas, diz a lei Por fim, a lei também determina que os funcionários dos estabelecimentos devem passar por treinamento para saber como agir nesses casos. Os órgãos estaduais poderão firmar convênio com entidades representativas das empresas para promover treinamentos. Veja a lei aqui. Assista aos vídeos mais assistidos nos últimos 7 dias no g1 Rio Grande do Norte

  4. Parlamentares alegaram falta de diálogo com o Executivo como principal motivo para a criação da nova bancada. Sede da Câmara Municipal de Natal Elpídio Júnior/CMN Um grupo formado por cinco vereadores criou uma nova bancada na Câmara Municipal de Natal, nesta quarta-feira (22). Sem se assumirem como oposição ao prefeito Álvaro Dias (PSDB), mas também sem se declararem bancada governista, os parlamentares lançaram a bancada independente. A Câmara tem 29 vereadores e desde o início da atual legislatura apenas cinco tinham se identificado como oposição ao governo municipal. Os que formam a nova bancada eram contados como favoráveis ao Executivo. Os vereadores da nova bancada são Hermes Câmara (PTB), que será o líder do grupo; Klaus Araújo (Solidariedade); Anderson Lopes (Solidariedade); Eribaldo Medeiros (PSB) e Tércio Tinoco (PP). Cinco vereadores anunciam criação de bancada independente na Câmara Municipal de Natal. Elpídio Júnior/CMN Os parlamentares alegam que preferiram criar o grupo como forma de ter uma nova linha de discussão no Legislativo. “Chegou o momento de criarmos esta bancada para que possamos também participar de discussões, diante de algumas dificuldades que estávamos tendo há um tempo. Então, criamos o nosso bloco, que é o bloco do diálogo, com nossa representatividade e independência", disse Hermes Câmara. De acordo com o vereador Anderson Lopes, os parlamentares sempre foram independentes. "Nós sempre nos colocamos desde o início como bancada independente. Hoje formamos aqui um bloco e isso se deu pela falta de transparência e diálogo do Poder Executivo”, pontuou.

  5. Segunda fase da operação da Polícia Civil foi deflagrada nesta quarta-feira (22), em Vera Cruz, e apreendeu arma que teria sido tomada de vigia assassinado em Macaíba. Arma apreendida com suspeitos teria sido tomada de vigia de rua morto em Macaíba, na Grande Natal. Polícia Civil/Divulgação Dois homens suspeitos de integrar um grupo de extermínio foram presos nesta quarta-feira (22), durante uma operação da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) da Polícia Civil. Uma arma que teria sido roubada de um vigia morto em Macaíba, na Grande Natal, foi encontrada com os suspeitos. A 2ª fase da Operação "Poder Paralelo" ocorreu na comunidade de Cobé, na zona rural de Vera Cruz. Segundo a polícia, as diligências tinham o objetivo de desarticular um grupo de extermínio, que atuaria principalmente na região Agreste potiguar. Os presos são um homem de 31 anos e outro de 21. Com eles, os policiais civis apreenderam uma pistola, calibre 9mm, modelo G2C, da Taurus, de numeração suprimida, com três carregadores e 30 munições. Segundo a polícia, os dois são suspeitos de participar de um homicídio que ocorreu no dia 8 de julho, na comunidade de Traíras, zona rural de Macaíba. A vítima era o vigia de rua Giliard Lailson dos Anjos, mais conhecido como "Gato". No momento do crime, os assassinos levaram uma pistola idêntica à que foi apreendida com os suspeitos nesta quarta. Durante sua prisão em flagrante, um dos homens confirmou aos policiais ter participado do latrocínio e afirmou que a arma apreendida nesta operação, de fato, pertencia à vítima, além de relatar que o motivo do crime seria porque "Gato" teria o ameaçado de morte. Ainda segundo a polícia, o mesmo grupo também é suspeito de praticar um outro homicídio, na zona rural de Vera Cruz, há cerca de 15 dias, no qual um vigia de rua foi morto a tiros dentro do seu veículo. Outros presos Na primeira fase da operação Poder Paralelo, deflagrada em junho de 2021, os policiais da Deicor prenderam um policial militar da reserva que estaria atuando como comandante da Guarda Municipal da cidade de Lagoa de Pedras, o filho dele, além de dois guardas e outros suspeitos. Também foram apreendidas sete armas de fogo e coletes. Os possíveis integrantes do grupo já vinham sendo investigados pela Delegacia Municipal de Monte Alegre, pela suspeita de vários crimes, entre eles os de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e abuso de autoridade, além de supostamente constituir milícia privada armada.

  6. Mudança na orientação acontece para 'estimular a vacinação entre os jovens', segundo o governo. O Governo do Rio Grande do Norte mudou a orientação sobre a liberação de torcedores em estádios. Nesta quarta (22) o estado informou que será permitida a presença de torcedores que tomaram apenas uma dose da vacina contra a Covid e que não estejam com a segunda dose em atraso. Na semana passada o governo anunciou que só seria permitida a presença de torcedores completamente imunizados com a Covid, ou seja, com as duas doses da vacina. Em entrevista ao Bom Dia RN, o secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, explicou que a mudança na exigência da vacinação completa se deu para incentivar a vacinação entre os jovens. "O público de futebol é um público mais jovem, então nós entendemos que seria interessante abrir para quem já está com a D1 e não está com a D2 atrasada. O futebol é um esporte de massa, então é uma forma de estimular a vacinação, principalmente entre os jovens", disse. América-RN inicia venda de ingressos para jogo contra o Moto Club; veja preços e onde comprar O primeiro jogo que terá torcida no RN será América-RN e Moto Club, neste domingo (26), às 16h. O público está limitado a 30% da capacidade da Arena das Dunas. De acordo com o governo, o jogo será um evento teste em relação aos protocolos sanitários e se for percebido algum descumprimento das normas, a autorização poderá ser suspensa para outros eventos. "É fundamental que o torcedor tenha consciência de que nós ainda estamos vivendo uma pandemia. Se a gente tiver uma reversão do quadro atual da pandemia todas essas autorizações serão revistas". Comprovação da vacina A comprovação da vacinação será feita após a compra. O secretário explicou que a compra do ingresso deve ser feita pela internet, limitada a 1 por CPF. Os bilhetes serão nominais e intransferíveis. "Esse ingresso deverá ser trocado por um voucher no local indicado pelo clube. Nessa troca do voucher a pessoa terá que apresentar o certificado vacinal ou a carteira de vacinação", disse. Arena das Dunas recebe América-RN e Moto Club no domingo Alexandre Lago

  7. Sesap afirmou que ainda não recebeu orientação sobre continuidade ou recomeço do esquema vacinal para as pessoas que tomaram doses de lote interditado. Doses da CoronaVac, vacina contra a Covid-19. IGOR DO VALE/ESTADÃO CONTEÚDO Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinar o recolhimento dos 25 lotes da vacina CoronaVac que foram interditados de forma cautelar no início de setembro, a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte informou que acompanha a situação de 55 pessoas que tomaram doses de um dos lotes e que nenhuma reação adversa foi registrada. Na nova resolução da Anvisa, publicada nesta quarta (22) no Diário Oficial da União (DOU), a agência afirma que a decisão foi tomada após a constatação de que os dados apresentados pelo laboratório chinês não comprovam a realização do envase em condições satisfatórias de boas práticas de fabricação. De acordo com a coordenadora da Vigilância em Saúde da Sesap, Kelly Lima, o estado ainda aguarda um posicionamento sobre a situação vacinal dessas pessoas que tomaram vacinas do lote interditado, para saber se elas devem apenas completar o esquema vacinal tomando uma segunda dose, ou reiniciar o processo. Ainda de acordo com ela, os municípios foram orientados a monitorar os pacientes e não houve registro de nenhuma reação adversa. "A Anvisa ainda não explicou como vai ficar o esquema vacinal dessas pessoas, se elas devem reiniciar ou apenas completar o esquema vacinal. Não temos nenhum tipo de sinalização de reação adversa dessas pessoas. O que está em questão é se essa vacinação vai funcionar", afirmou. "O estado é favorável a recomeçar o esquema vacinal", disse Kelly Lima ENTENDA: o que acontece com quem tomou dose de lote interditado? Veja o que se sabe Com a determinação de devolução das doses, a Secretaria de Saúde do RN enviou ofício aos municípios determinando prazo até esta sexta-feira (24) para devolver as doses para as Regionais de Saúde, e até segunda-feira (27) para Rede de Frio Estadual. As 55 doses que já tinham sido aplicadas, quando houve a interdição foram eram de um mesmo lote: 202107101H. Veja as cidades onde as vacinas foram aplicadas: Goianinha - 2 doses Taboleiro Grande - 6 doses Florânia - 8 doses São Vicente - 2 doses Parnamirim - 5 doses Jandaíra - 2 doses Vera Cruz - 2 doses Lagoa Salgada - 4 doses Equador - 14 doses Pedra Preta - 4 doses Serrinha dos Pintos - 6 doses Interdição A medida atinge exclusivamente 12,1 milhões de doses que foram envasadas em uma fábrica específica da biofarmacêutica chinesa Sinovac e não tem impacto em qualquer outro lote, especialmente os fabricados pelo Instituto Butantan no Brasil. Na resolução desta quarta, a Anvisa diz ter avaliado todos os documentos encaminhados pelo Instituto Butantan e os emitidos pela autoridade sanitária chinesa. O órgão concluiu que "permaneciam incertezas sobre o novo local de fabricação e quanto às práticas assépticas e à rastreabilidade dos lotes". De acordo com a agência, caberá aos importadores a adoção de todos os procedimentos para o efetivo recolhimento das unidades restantes e remanescentes de todos os lotes interditados cautelarmente. A vacina Coronavac permanece autorizada no país e possui relação benefício-risco favorável ao seu uso, desde que produzida nos termos aprovados pela Anvisa. Veja os vídeos mais assistidos nos últimos 7 dias no g1 Rio Grande do Norte

  8. Sesap diz que pandemia aumentou a fila por causa da suspensão em 2020 e no início de 2021. 13 mil pessoas esperam por cirurgia eletiva no RN O Rio Grande do Norte tem aproximadamente 13 mil pacientes na fila por uma cirurgia eletiva na rede pública do estado. O levantamento é da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), que aponta a pandemia como fator do agravamento, já que muitas cirurgias foram suspensas no ano passado e no início deste ano por causa da necessidade de direcionar leitos de UTI para o tratamento da Covid. É uma situação difícil e dolorosa de quem espera sem saber quando chegará a vez de fazer a cirurgia, como no caso de pacientes que aguardam há anos para a retirada de hérnias e veem o problema de saúde piorar por causa dessa demora. O autônomo Franciélio Medeiros está internado porque parte do intestino parou de funcionar, consequência de dois anos de esperar por uma cirurgia para retirada de uma hérnia. "Fiz uma tomografia e os médicos falaram que o intestino está um pouco obstruído. Por isso estou sentindo muita dor e estou aqui para realizar essa cirurgia", falou. "Entrei na fila em 2019. Fui obrigado a me internar agora por causa de complicações", completou. A dona de casa Jeruza Alves Martins não tem conseguido dormir com as dores na barriga. Ela também aguarda há dois anos pela retirada de uma hérnia. "Minha hérnia incomoda muito. Tem dia que não consigo dormir na rede, e vou para a cama. tem dia que eu coloco a cinta, e não dá certo. Incomoda demais. Tenho muita vontade de fazer essa cirurgia", contou. Hospital Universitário Onofre Lopes suspende cirurgias por falta de luvas em Natal A Sesap não tem previsão de quando estes procedimentos irão ser realizados. O órgão reforçou que a pandemia gerou uma demanda reprimida por causa da suspensão de cirurgias no último ano, mas informou que novos contratos assinados há duas semanas permitirão a realização de 1.500 cirurgias por mês, a partir de agora. Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) e Sesap divergem sobre caso do idoso Wilton Solidade Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi Outro caso que chama atenção envolve o aposentado Wilton Solidade, de 65 anos. Ele espera há cinco anos por uma cirurgia de reconstrução do intestino e para a retirada de uma hérnia que se formou na abertura de uma colonoscopia feita na barriga para a eliminação de fezes. O ferimento, além de doer muito, segundo o idoso, sangra com frequência e tem um odor forte. O caso se torna mais complexo porque a situação dele na fila de regulação para as cirurgias no estado é um mistério. Nesse período de espera, ele realizou exames no Hospital Universitário Onofre Lopes, que tem contrato de prestação de serviço para a rede pública, e era informado que estava na fila para fazer os procedimentos. A fila parecia que nunca andava e, na última semana, em contato com a Inter TV Cabugi, o HUOL informou que ainda estava aguardando a Sesap marcar a cirurgia dele. A Sesap, por sua vez, afirmou que Wilton foi regulado e que estaria em uma fila interna do HUOL, o que o hospital rebate e afirma que não existe tal fila. Segundo o HUOL, uma solução para este caso seria a Sesap incluir o aposentado a fila de regulação novamente ou contratar a cirurgia em algum hospital particular. Na noite de quarta-feira (22), a Sesap informou que o hospital marcou uma consulta para Wilton no próximo dia 30. Vídeos mais assistidos do g1 RN nos últimos 7 dias

  9. Segundo a companhia, estabelecimento desviava energia por meio de fraude no medidor. Companhia desativa 'gato' de energia em casa de shows da Zona Sul de Natal Cedida Uma ligação clandestina de energia foi desativada em uma casa de shows localizada na Avenida Engenheiro Roberto Freire, em Ponta Negra, na Zona Sul de Natal. Equipes técnicas da Neoenergia Cosern foram até o local, com apoio da Polícia Civil, e identificaram o "gato". De acordo com a companhia, o estabelecimento desviava energia por meio de fraude no medidor. O responsável pelo local foi conduzido pela polícia para a Delegacia Geral da Polícia Civil para prestar depoimento. A companhia destacou que o gato de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a oito anos de reclusão. Lembrou ainda que, além de crime, representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo, e que a ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode causar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos. "A fraude é quando o consumidor já é cliente da distribuidora e manipula o medidor de energia com o objetivo de reduzir o consumo faturado", explica Gilmar Mikeias, gerente de Recuperação da Receita da companhia. No primeiro semestre de 2021, foram realizadas 24.251 inspeções, identificadas 2.354 irregularidades (entre fraudes e defeitos na medição) e seis pessoas foram presas pela polícia em todo estado. A companhia recuperou 12,5 milhões de kWh de energia com a chamada "Operação Varredura" neste período. Esse volume seria suficiente para abastecer, por um mês, um município do porte de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal, por exemplo, ou quase 82 mil unidades consumidoras. Entre os casos que chamaram atenção, foram desativadas 40 ligações clandestinas de energia na Ceasa, em Natal, em fevereiro; e um parque de diversões em Parnamirim foi autuado duas vezes em seis meses por uso de energia elétrica de forma clandestina, colocando em risco a segurança dos frequentadores. Vídeos mais assistidos do g1 RN nos últimos 7 dias

  10. Do número total de vacinados, 1.272.565 pessoas tomaram duas doses e 56.035 foram imunizadas com dose única. 50% da população adulta do RN está completamente imunizada contra Covid, diz Sesap Célio Duarte/Prefeitura de Mossoró O Rio Grande do Norte atingiu, nesta quarta-feira (22), a marca de 50% da população adulta completamente vacinada contra a Covid-19. O número representa 1,3 milhões de potiguares maiores de 18 anos do estado. Os dados são do RN Mais Vacina, plataforma que monitora o processo de imunização no estado. Do número total de vacinados, 1.272.565 pessoas tomaram duas doses e 56.035 foram imunizadas com dose única. Mais de 3,62 milhões de doses já foram aplicadas nos 167 municípios potiguares. Caicó confirma primeiro paciente com a variante delta do coronavírus; RN soma 39 casos confirmados Na segunda-feira (20), o RN atingiu a marca de 85% da população adulta vacinada com a D1. Mortes e casos no RN O número de casos e mortes pela Covid-19 vem caindo diariamente no estado. Na terça-feira (21), a Sesap divulgou que pela primeira vez desde o início da pandemia, o estado passou 72 horas sem registrar nenhuma morte por Covid. Um relatório divulgado pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN aponta que a vacinação tem sido o principal fator responsável pela redução sustentada dos casos moderados e graves da Covid no RN.