RN no G1

Últimas notícias de Natal e todo o estado do RN. Acompanhe informações de trânsito, tempo, agenda cultural, telejornais e coberturas da Inter TV Cabugi
G1 > Rio Grande do Norte

  1. Novo decreto deve ser publicado nesta quinta (22). Segundo anúncio feito pela governadora Fátima Bezerra nesta quinta (22), escolas públicas e privadas podem ter aulas presenciais para turmas até o 5º ano. Novas medidas de combate à Covid-19 foram anunciadas nessa quinta-feira (22) durante reunião virtual com prefeitos e outras entidades no RN. Divulgação A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou no início da tarde desta quinta-feira (22), por meio de suas redes sociais, a prorrogação do decreto com medidas de prevenção à Covid-19 até 12 de maio. Um novo decreto deve ser publicado ainda nesta quinta-feira (22). O decreto atual, que está em vigor, tinha validade até esta sexta-feira (23). Ele já havia prorrogado as medidas que estão em vigor no estado desde o dia 5 de abril, com algumas alterações. Entre as novas mudanças anunciadas, a governadora informou que o toque de recolher passará a valer das 22h às 5h. Até então, a medida valia das 20h às 6h nos dias de semana. Dentro desse horário, apenas serviços essenciais podem funcionar. O governo também deverá autorizar a ampliação do horário de funcionamento de restaurantes, permitindo que os estabelecimentos também abram aos domingos - quando vale o "toque de recolher integral" - das 11h às 15h. "As academias estão autorizadas das 5h às 22h, respeitando o toque de recolher. Restaurantes autorizados a funcionar com 50% da capacidade, das 11h às 21h - com liberação aos domingos das 11h às 15h - e tolerância de 60 minutos para encerramento das atividades", informou Fátima. Ainda de acordo com ela, continua proibida a venda de bebidas alcoólicas para consumo em lugares públicos, incluindo bares e restaurantes, em qualquer dia ou horário. Escolas As escolas públicas e privadas poderão funcionar com aulas presenciais para turmas até o 5º ano do ensino fundamental. As outras, segundo o governo, deverão manter ensino em formato online. "Fica liberado o funcionamento até o 5º ano, conforme escolha dos secretários de educação municipais, para escolas públicas e privadas que assumam total responsabilidade por essa decisão. As demais turmas continuam em ensino remoto", afirmou a governadora. A governadora anunciou que vai manter recomendação aos municípios para que continuem fechadas as orlas marítimas, balneários, parques, clubes e áreas recreativas públicas aos domingos e feriados, bem como o reforço da fiscalização. As informações foram divulgadas após reunião com a equipe do governo, além de prefeitos. Veja os vídeos mais assistidos no G1 Rio Grande do Norte

  2. Crime aconteceu na noite desta quarta-feira (21) em Ceará-Mirim. Amigo também foi baleado, mas sobreviveu e foi socorrido. Um homem de 25 anos foi executado com vários tiros quando chegava em um campo para uma partida de futebol na praia de Muriú, em Ceará-Mirim, na Grande Natal. O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (22). Um amigo da vítima também foi ferido pelos assassinos, mas sobreviveu. O crime foi confirmado pela Polícia Civil. Uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi ao local para dar início às investigações e registrou mais de 15 estojos de munições encontrados no local. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 20h40. João Lucas Oliveira Zumba, de 25 anos e um amigo chegavam ao campo de futebol localizado na região, quando foram atacados. Segundo relatório policial, João Lucas estacionava seu carro, quando dois homens armados se aproximaram e começaram a disparar contra ele. O amigo da vítima foi ferido, mas conseguiu abrigar-se em uma área coberta, na entrada do campo de futebol, e foi socorrido após o crime. A polícia não apontou qual seria a motivação do crime. Até a última atualização desta matéria, nenhum suspeito foi preso. Viatura da Polícia Civil do RN Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

  3. Indicador composto de 20 de abril aponta que 39 municípios tiveram piora da situação da pandemia. Situação da pandemia no Rio Grande do Norte: maior parte dos municípios está em nível de alerta amarelo Sesap/Divulgação A situação da pandemia do coronavírus no Rio Grande do Norte permanece em alerta para 81,9% da população potiguar. A constatação foi feita a partir da avaliação periódica feita pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) em parceria com a Universidade Federal do RN (UFRN), com o relatório do indicador composto da pandemia. De acordo com o relatório, 39 municípios tiveram piora do quatro da pandemia entre os dias 12 e 20 de abril. Outros 99 municípios permaneceram com estabilidade de dados no período - ou seja - não tiveram melhora. 29 tiveram melhora da situação. Nenhuma cidade do RN está com índice 5 - em alerta vermelho. Segundo o documento finalizado na terça-feira (20), a situação mais crítica é na Região Metropolitana de Natal. O indicador dá notas de 1 a 5, a partir da análise de nove variáveis (óbitos, internações, testes, casos ativos, entre outros), sendo 1 a melhor situação, com sinal verde, e 5 a pior, com sinal vermelho. Assim, maior parte da população da Grande Natal está em sinal amarelo, entre 3 (97,9%) e 4 (2,1%). No Oeste potiguar, também está com sinal amarelo grande parte da população as regiões do Vale do Açu (92,7%) e de Mossoró (91,7%). Na outra ponta, com o sinal chegando em quase metade dos moradores da área, estão o Potengi-Trairi (49,6%), Alto Oeste (46,6%) e Mato Grande (46,3%). Tomando a avaliação geral dos indicadores, a média do Rio Grande do Norte está no sinal amarelo da nota 3, ainda com uma nota 5 na taxa de casos ativos. O que é o indicador composto O indicador elaborado pela Sesap com o Comitê de Especialistas e a UFRN, sob a coordenação do professor Kênio Lima, mapeia a evolução semanal de casos por município, como forma de monitorar pandemia em todo o estado. O estudo reúne nove variáveis que traçam um olhar sobre a situação de cada município e uma pontuação que mostra a evolução a cada semana. Os dados servem de subsídio para a tomada de decisões na gestão da pandemia. 20 municípios em pior situação (todos com índice 4) Almino Afonso Guamaré São Tomé Monte das Gameleiras Timbaúba dos Batistas Brejinho Acari Alto do Rodrigues Goianinha São Miguel Florânia Felipe Guerra Jucurutu Serrinha Extremoz Caraúbas Assu Jardim do Seridó Santo Antonio Macau 20 municípios com melhor situação (índices 1 e 2) Barcelona - 1 Coronel Ezequiel - 1 Lagoa de Velhos - 1 Ielmo Marinho - 1 Água Nova - 1 Japi - 1 Equador - 1 Doutor Severiano - 1 Martins - 1 Santana do Seridó - 1 Major Sales - 1 Baia Formosa - 2 Espirito Santo - 2 Rafael Fernandes - 2 Ruy Barbosa - 2 Bodó - 2 Jaçanã - 2 Paraná - 2 Riacho de Santana - 2 São João do Sabugi - 2
  4. Número de policiais mortos caiu de 6 para 3 na comparação de 2019 com 2020. Dados são do Monitor da Violência. Um levantamento feito pelo G1 revela que 3 policiais foram assassinados no Rio Grande do Norte em 2020. Este número é 50% menor do que o registrado em 2019, quando 6 agentes foram mortos. Os dados se referem a casos de confrontos em serviço ou fora de serviço envolvendo policiais na ativa – e, portanto, excluem mortes por acidentes ou doenças, como a Covid-19, e também mortes de policiais aposentados. Outros seis estados do país também registraram queda no número de policiais assassinados: Acre (-100%), Rio Grande do Sul (-100%), Mato Grosso (-67%), Pará (-54%), Alagoas (-33%) e Minas Gerais (-24%). PÁGINA ESPECIAL: Mapa mostra mortes por policiais no país O número de pessoas mortes pela polícia também caiu no RN nesse período (de 160 em 2019 para 145 em 2020). A queda foi de 9%. Também houve queda no panorama nacional (-3%). Veja o detalhamento no fim da reportagem. Letalidade e vitimização policial pelo país O Brasil teve 198 policiais assassinados em serviço e de folga em 2020, um aumento de 10% em relação a 2019. O Piauí foi o estado com a maior taxa de policiais mortos (1 a cada mil policiais). Acre, Paraná, Rio Grande do Sul e Tocantins foram os únicos estados que não registraram morte de policial em 2020. Em todo país, ao menos 5.660 pessoas foram mortas por policiais em 2020. Isso representa uma ligeira queda de 3% em relação a 2019, quando foram registradas 5.829 vítimas. O Rio de Janeiro teve 575 mortes a menos de um ano para o outro, puxando a redução no país Ao todo, 17 estados registraram crescimento nas mortes por forças policiais. O Amapá foi o estado com a maior taxa de letalidade policial em 2020: 12,8 por 100 mil habitantes. Transparência O levantamento do G1 durou mais de dois meses para ser concluído. Os dados foram solicitados via Lei de Acesso à Informação (sob a mesma metodologia utilizada nos anuários do Fórum Brasileiro de Segurança Pública) e também foram pedidos às assessorias de imprensa das secretarias da Segurança e das corporações, quando necessário. O resultado: demora nas informações, dados desencontrados e números incompletos, assim como nos outros anos. Além disso, ainda há ausência de padronização. Foi preciso confirmar os números mais de uma vez para garantir a qualidade das informações. Apenas um estado não informou nenhum dado sequer: Goiás. Já é a quinta vez que o governo se recusou a divulgar informações públicas para um levantamento nacional do Monitor da Violência (em quatro destas vezes, o pedido foi referente à letalidade e à vitimização policial). .

  5. Acidente aconteceu na noite de quarta-feira (21) na RN-117 em Dix-Sept Rosado, no Oeste potiguar. Batida entre viatura da PM e táxi na rodovia RN-117 em Governador Dix-Sept Rosado, na região Oeste potiguar. Redes sociais Duas pessoas morreram e outras quatro - três policiais militares e uma criança de 4 anos - ficaram feridas em um acidente que aconteceu na noite desta quarta-feira (21) na RN-117, em Governador Dix-Sept Rosado, no Oeste potiguar. A colisão envolveu uma viatura da Polícia Militar e um táxi que seguiam em sentidos opostos. Segundo a polícia, o condutor do táxi morreu no local do acidente e as outras vítimas foram socorridas ao hospital. O motorista foi identificado como Francisco Gabriel Morais da Silva, de 22 anos. Porém a mulher que era passageira no taxi não resistiu aos ferimentos e faleceu após dar entrada no Hospital Tarcísio Maia, em Mossoró. Ela foi identificada oficialmente pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) como Lara Thaisa Silva de Araujo. Ainda de acordo com a Polícia Militar, os três sargentos que estavam na viatura tiveram ferimentos, mas não correm risco de morte. O hospital informou que a criança segue internada e em recuperação. O acidente aconteceu por volta das 19h, de acordo com a PM. Os dois veículos seguiam em sentidos opostos e bateram de frente. A investigação ainda deverá apontar as circunstâncias e a causa da colisão. Veja os vídeos mais assistidos no G1 Rio Grande do Norte

  6. Reabertura foi autorizada no Diário Oficial do Estado. Será necessário fazer agendamento prévio pela internet para poder ser atendido. Centrais do Cidadão reabrem na segunda (26) para emissão de RG As Centrais do Cidadão vão reabrir na próxima segunda-feira (26) exclusivamente no setor do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) para confecção e emissão de carteiras de identidade. A reabertura foi autorizada em portaria publicada na edição de quarta-feira (21) do Diário Oficial do Estado (DOE). O atendimento presencial nas Centrais do Cidadão foi suspenso no dia 1º de março por causa do avanço da pandemia no RN. De acordo com a publicação no Diário Oficial, a partir de segunda (26), os horários de funcionamento são: Central do Cidadão da Zona Norte de Natal: das 09h às 18h; Central do Cidadão da Zona Sul de Natal: das 09h às 18h; Central do Cidadão de Parnamirim: das 08h às 18h; Demais Centrais do Cidadão: das 07h às 13h. Para ser atendido, será obrigatório fazer um agendamento pela internet, através do site da Central do Cidadão. A portaria informa que o intervalo de tempo entre os agendamentos será ampliado de 10 minutos para 15 minutos, "de forma a evitar aglomerações na área interna das Centrais do Cidadão". O agendamento tem que ser obrigatoriamente no nome de quem for atendido. Também será obrigatório o uso correto e permanente da máscara, assim como todos devem seguir estritamente os protocolos de biossegurança necessários. Não está autorizada a entrada de nenhuma pessoa que não esteja na lista. Carteira de identidade RG Natal Rio Grande do Norte Divulgação/Itep Veja os vídeos mais assistidos do G1 RN

  7. Parte do material foi recolhido por servidores da prefeitura de Tibau do Sul e voluntários de organização ambiental nesta quarta (21). Segundo prefeitura, lixo tem origem desconhecida e chegou ao local pela ação das ondas. Lixo recolhido por servidores da prefeitura e voluntários na praia das Minas, em Pipa. Reprodução Famoso ponto de desova das tartarugas na Praia da Pipa, a Praia das Minas amanheceu na quarta-feira (21) repleta de lixo de origem desconhecida. O material teria chegado à areia pela ação das ondas e surpreendeu pela quantidade de plásticos e de lixo hospitalar, como seringas, segundo a prefeitura de Tibau do Sul. A prefeitura informou que deslocou uma equipe de limpeza para o local, que trabalhou junto com voluntários da organização Tribo Bahia Ambiental. Até o final da tarde de quarta, meia tonelada de lixo já tinha sido recolhida, mas a prefeitura afirmou que ainda havia material na praia. Lixo encontrado em área de desova de tartarugas na praia da Pipa, no Litoral Sul potiguar Divulgação/Prefeitura de Tibau do Sul A Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana do município enviou uma bióloga para avaliar o prejuízo para o bioma local, e um relatório está sendo preparado, inclusive com dados que possam auxiliar na identificação da origem do lixo. Segundo o município, o relatório deve ser concluído ainda nesta quinta-feira (22). “Essa foi uma ação criminosa e que gera danos gravíssimos para uma área de preservação, uma das mais importantes para sobrevivência de espécies marítimas”, afirmou a Secretária de Meio Ambiente, Laíra Sousa. Segundo o município, a ação de limpeza continuará até que a situação volte ao normal. Até seringas foram encontradas em lixo que surgiu nesta quarta-feira (21) em Pipa. Divulgação/Prefeitura de Tibau do Sul

  8. Pesquisa mostra que quase 10% destes estabelecimentos foram fechados de forma definitiva. Pandemia afetou 95% dos bares e restaurantes Uma pesquisa feita pelo Sebrae no Rio Grande do Norte aponta que 95% dos bares, restaurantes e similares de Natal registraram redução no faturamento mensal por causa da pandemia do novo coronavírus. O levantamento divulgado na terça-feira (20) também diz que quase 10% destes estabelecimentos tiveram que encerrar as atividades de forma definitiva. Foram ouvidos 253 empresários. Os objetivos eram mostrar a situação dos pequenos negócios que operam nesse ramo e identificar os principais impactos da pandemia. Dados divulgados pelo governo do estado já indicavam que a queda de faturamento bruto diário das empresas de todo o RN entre março de 2020 e o mesmo mês deste ano da ordem de 30%, caindo de R$ 4,8 milhões para R$ 2,7 milhões em média nesse período. Pesquisa do Sebrae-RN mostra que 95% dos estabelecimentos tiveram queda de receita em Natal Reprodução Segundo o estudo do Sebrae, apenas 2,4% dos estabelecimentos de Natal tiveram alta no faturamento e outros 2,4% mantiveram os níveis de operações. A pesquisa indica que 72% precisaram fazer adequações no horário de atendimento, passando a operar via sistema de entregas e drive-thru (53,2%). "Muitos tiveram que se adaptar e mudar sua rotina de funcionamento, até pelas limitações colocadas nos decretos, como mostra a pesquisa. É uma situação delicada e o setor precisa de todo tipo de apoio, seja fiscal, financeiro (crédito) ou para inovar, e se adequar ao cenário atual", comentou o gestor do projeto de Turismo do Sebrae-RN, Yves Guerra. Mais números Mais da metade dos empresários entrevistados tiveram de demitir trabalhadores, sendo que a maioria não pretende recontratá-los após a crise. Os que fugiram dessa alternativa drástica precisaram reduzir a jornada de trabalho ou os salários dos empregados (27,7%), suspender os contratos (24,8%) e decretar férias coletivas (9,4%). A redução do faturamento das empresas obrigou 31,2% dos empresários a buscar empréstimos. A finalidade do recurso era para capital de giro (31,2%), pagamento dos funcionários (41,8%) e pagamento dos custos fixos da empresa (34,2%). Apenas 53,2% conseguiram o recurso e outros 12,6% ainda estão aguardando resposta do banco. Vídeos mais assistidos do G1 RN

  9. Segundo gestora, Ministério da Saúde informou ao estado novo lote que será enviado. Sesap disse que previsão de chegada é nesta quinta-feira (22). Doses de vacina contra a Covid-19 Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou nesta quarta-feira (21) que o Ministério da Saúde vai enviar mais 51,4 mil doses de vacina contra a Covid-19 ao estado. Veja o mapa da vacinação contra Covid-19 no Brasil A gestora não fez menção à data, mas a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informou que a previsão é que desembarque no estado nesta quinta-feira (22). O novo lote terá 10.400 doses da CoronaVac, a maioria destinada para aplicação da segunda dose, e 41 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, essas integralmente para a primeira dose de idosos. Fátima Bezerra anunciou chegada de novas doses Reprodução Segundo o RN+ Vacina, o estado vacinou até o momento cerca de 441 mil pessoas contra a Covid-19, sendo 149 mil delas com as duas doses. Ao todo, o estado já recebeu 844.090 doses de vacina do Ministério da Saúde. Atualmente, o Rio Grande do Norte tem vacinado pessoas entre 60 e 65 anos. Mossoró vai avançar para o primeiro grupo de comorbidades nesta quinta-feira (22). Em Natal, a vacinação da segunda dose de CoronaVac está suspensa por falta de estoque. Veja os vídeos mais assistidos do G1 RN

  10. Esse é o primeiro do grupo de comorbidades que será imunizado no município. Aplicação da primeira dose segue também para idosos acima de 60 anos. Ginásio do Sesi em Mossoró, local de vacinação Divulgação/PMM Mossoró vai começar nesta quinta-feira (22) a vacinação contra a Covid-19 do primeiro grupo das comorbidades. O primeiro grupo será dos pacientes renais crônicos, que fazem tratamento de hemodiálise. O nome dos pacientes consta em uma lista encaminhada pela Secretaria Municipal de Saúde ao ponto de vacinação do Ginásio do Sesi, que vai ficar aberto das 8h às 16h. A imunização continua também para pessoas acima de 60 anos de idade - última faixa etária dessa fase -, além de seguir também a aplicação da segunda dose nos idosos que ainda não receberam e estiverem dentro do prazo. “Nós continuamos vacinando os idosos da faixa etária dos 60 anos e todos aqueles que precisam tomar a segunda dose da vacina. Agora entramos nas comorbidades fazendo Mossoró avançar como poucas cidades do Nordeste nesta vacinação”, explicou a secretária de Saúde de Mossoró, Morgana Dantas. O prefeito da cidade reforçou também a importância da população que já têm direito à vacinação ir ao posto receber o imunizante. “Quanto mais pessoas vacinadas nós tivermos, menos pacientes teremos nos leitos de UTI”, disse Allyson Bezerra. Veja os vídeos mais assistidos do G1 RN