Banner

Assembleia Legislativa

I Fórum Acadêmico da escola da Assembleia tem início nessa terça

Imprimir
PDF

al_forumescola

A Assembleia Legislativa dá início nessa terça-feira (24) ao I Fórum Acadêmico da Escola da Assembleia. O evento é composto por quatro colóquios temáticos que buscam incentivar a discussão focada na evolução das políticas públicas das atividades do Legislativo Estadual. Dentre os assuntos a serem abordados estão os temas Eleitoral, Processo Legislativo, Gestão de Pessoas no Serviço Público e Gestão de Compras no Serviço Público.

"O Fórum é mais uma novidade da gestão da Assembleia Legislativa e tem como foco a produção do conhecimento. Estados como o Rio Grande do Norte e Minas Gerais são referências em registros de conhecimento, mas no geral há uma escassez muito grande de produção acadêmica na área legislativa em todo o país. Com o Fórum, a nossa ideia é desenvolver, modernizar e inovar o processo legislativo da Casa", explica Carlos Russo, diretor da Escola da Assembleia.

A abertura do primeiro colóquio do Fórum, que tem início com a temática Eleitoral, acontece às 8h, na sede da Escola, e visa pensar o futuro do Rio Grande do Norte a partir do cenário eleitoral, além de aprimorar o entendimento no que se refere às palestras e cursos oferecidos, incentivando ainda a discussão acadêmica para aperfeiçoar outros temas na área Eleitoral. As atividades se estendem até a sexta-feira (27). "O Colóquio Eleitoral é bastante oportuno para o momento que vivemos no país", analisa Russo.

Os juízes eleitorais Wlademir Capistrano e Nilo Ferreira de Pinto Júnior, além do publicitário João Maria Medeiros, são nomes confirmados no evento, agregando conhecimento e enriquecendo os debates, mesa redonda e atividades propostas durante todo o Fórum.

As inscrições para o I Fórum Acadêmico são gratuitas e ilimitadas, podendo ser feitas na sede da Escola da Assembleia, na Rua Açu, 426, Tirol, Natal/RN. Telefone (84) 3232.1001.

Programação:

1º DIA – 24/04/18

LOCAL: Escola da Assembleia

8h às 12h – CURSO (1ª parte):

Tema: Representação e Participação política

14h às 17h – PALESTRA:

Tema: Sistema Eleitoral;

2º DIA – 25/04/18

LOCAL: Escola da Assembleia

8h às 12h – CURSO (2ª parte):

Tema: Representação e Participação política

14h às 17h – PALESTRA:

Tema: Reforma Política Eleitoral;

3º DIA – 26/04/18

LOCAL: Escola da Assembleia

8h às 12h e das 14h às 17h – CURSO:

Tema: Propaganda Partidária e eleitoral

4º DIA – 27/04/18

LOCAL: Escola da Assembleia

9h às 12h – Mesa redonda

13h – ENCERRAMENTO

banner_odontopremium

Comentários (0)

Memorial Legislativo vai às escolas do Rio Grande do Norte

Imprimir
PDF

al_moemorialescolas

Conhecer a história do Poder Legislativo é entender o presente do Rio Grande do Norte. Para contribuir cada vez mais com o resgate dos fatos que marcaram o passado e fizeram parte da construção do estado, a Assembleia Legislativa tem atuado na melhoria do Memorial do Legislativo Potiguar. O objetivo é aproximar cada vez mais a população do acervo que remete aos mais importantes fatos da história. Para isso, o Memorial chegará às escolas do Rio Grande do Norte.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), tem como um dos objetivos de sua gestão a ampliação e melhoria do Memorial do Legislativo. Para o parlamentar, contribuir com a disseminação do conhecimento acerca dos fatos que marcaram a história do estado é contribuir com a formação de cidadãos mais conscientes e vigilantes aos acontecimentos atuais.

"Queremos manter viva a história do Poder Legislativo e do Rio Grande do Norte, ajudando o povo potiguar a entender os fatos com o transcorrer dos anos. Levando o Memorial diretamente aos estudantes, vamos ter um papel ainda mais especial na formação desses cidadãos", avalia Ezequiel Ferreira.

Implantado através da Resolução 055/2009, da Mesa Diretora do Poder Legislativo, o Memorial tem uma perspectiva inclusiva e participativa, buscando valorizar a história do papel social da Casa Legislativa no desenvolvimento da cidadania. O objetivo é promover o resgate e a divulgação dessa história, disseminar a memória urbana através de ambientação cultural-educativa, acessíveis ao público e garantindo a sua apreciação por atuais e futuras gerações. Isso é o que motiva a constante ampliação e conservação do espaço.

De acordo com o diretor do Memorial do Legislativo, jornalista Aluísio Lacerda, o material que remete à história do Poder Legislativo chega constantemente ao espaço. São fotos, objetos e documentos que são doados por pessoas que contribuem com a conservação da história do Rio Grande do Norte. "Temos um acervo que sequer cabe no espaço para a exposição. Temos todo o cuidado para preservar esse material, que é a memória viva do Rio Grande do Norte", destaca Lacerda.

O zelo com o acervo é um dos motivos pelos quais o Memorial está produzindo réplicas de parte do material para que, assim, ocorram exposições itinerantes nas escolas do Rio Grande do Norte. Até hoje, o Memorial esteve fora de sua sede uma vez, quando passou 15 dias no Midway Mall aberto à visitação e mais de 3 mil pessoas foram ao estande montado no terceiro piso do shopping. Agora, o objetivo é seguir até as escolas públicas de Natal e do interior do estado, levando o acervo que retrata a história potiguar.

"O nosso objetivo é que ainda neste semestre possamos começar a percorrer as escolas. Começaremos por Natal e, em seguida, iremos às demais cidades. Várias escolas já demonstraram interesse e estamos com uma vasta lista. Vamos viabilizar as visitas e contribuir com o conhecimento dos nossos estudantes", explica Aluísio Lacerda.

banner_carloschagas

Comentários (0)

PEC do ensino em tempo integral amplia sistema para novos municípios potiguares

Imprimir
PDF

al_pecensinointegral

Sete escolas estaduais do Rio Grande do Norte terão implantados o sistema de Ensino em Tempo Integral este ano. A medida é fruto de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de autoria da deputada Márcia Maia (PSDB), aprovada no final de 2015. Dentre as novas cidades beneficiadas pela ampliação do programa, estão Macaíba, Nova Cruz e Parnamirim.

A partir da recente publicação no Diário Oficial do Estado, serão incluídas no modelo de Tempo Integral de Ensino as seguintes unidades estudantis: Professora Clara Tetéo (Macau), Doutor Antônio de Sousa (Parnamirim), Alfredo Mesquita Filho (Macaíba), Rosa Pignataro (Nova Cruz) e Aída Ramalho Cortez Pereira (Mossoró), além do Centro Educacional José Augusto (Caicó) e Colégio Estadual Atheneu Norte-Riograndense (Natal).

Com essa ampliação, o programa passa a contemplar 24 unidades de ensino em 18 municípios potiguares, beneficiando milhares de estudantes com o ensino em tempo integral, como forma de resgatar a qualificação do processo educacional. A PEC determina ao Executivo Estadual realizar uma ampliação anual e gradativa do número de escolas no sistema integral.

"Combater a violência e a desigualdade social passa pelo investimento real, permanente e sistemático em educação. Acreditamos que com esse investimento associado a outras políticas públicas em áreas distintas como cultura, esporte e, claro, na própria segurança pública, será possível promover uma transformação social e garantir mais qualidade de vida e perspectiva de futuro a toda sociedade", destaca Márcia Maia.

brenobannernovo

Comentários (0)

Assembleia concede título de cidadão ao professor Benedito Vasconcelos

Imprimir
PDF

al_beneditovasconcelos

O professor cearense Benedito Vasconcelos Mendes teve sua contribuição reconhecida pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, que lhe concedeu título de Cidadão Norte-Rio-Grandense, em sessão solene de propositura do deputado Getúlio Rêgo (DEM). O mais novo cidadão potiguar é o idealizador do Museu do Sertão, e a sessão solene aconteceu na manhã desta quinta-feira (19).

"É preciso aplaudir e reverenciar o trabalho que ele tem feito especialmente pelo sertanejo. Sua militância nas causas de campo contribuíram para muitos dos benefícios que gozam as famílias do campo. Potiguar de fato, agora o professor Benedito também o é de direito", explanou o deputado Getúlio Rêgo.

Militante das causas do campo, focado em políticas de desenvolvimento para o fomento da agricultura, especialmente, o professor Benedito Vasconcelos é agrônomo e professor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido e da Universidade do Estado do RN (Uern), através das quais desenvolveu estudos e técnicas para o campo.

"Agradeço ao deputado Getúlio Rêgo por tão especial honraria, sobretudo porque, até hoje, ele só a propôs a cinco pessoas. Sinto-me honrado em estar aqui hoje", externou o homenageado, cuja honraria passou pela lembrança do Museu do Sertão, de sua própria curadoria e que preserva os costumes e cultura camponesa.

"Não tem futuro quem não cuida de seu passado. O Museu do Sertão, para além de preservar a história, empreende a preservação do meio ambiente. Para nós, da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, é um prazer enorme essa distinção", destacou o presidente da ANRL, Diógenes da Cunha Lima.

banersaomiguel

Comentários (0)

TV Ponta Negra tem contribuição social reconhecida pela Assembleia

Imprimir
PDF

al_tvpontanegra

A Assembleia Legislativa reconheceu em sessão solene realizada nesta terça-feira (17) a contribuição à sociedade potiguar dada pela TV Ponta Negra, que completa 31 anos. A proposição foi do deputado estadual Jacó Jácome (PSD).

"A visão comunicadora do fundador, Carlos Alberto, misturada ao talento para realizar sonhos, era maior que os obstáculos enfrentados pela falta de estrutura da época. Os sonhos fizeram a TV Ponta Negra chegar até a atualidade, onde desempenha papel preponderante para o desenvolvimento da sociedade", destacou Jacó Jácome.

Com seis programa diários e cinco horas de programação local, destacados pelo deputado, a TV Ponta Negra atualmente integra o Sistema Opinião, um dos maiores grupos do Nordeste.

"Foi a TV Ponta Negra pioneira nesse processo de integração. Vivemos hoje momentos de transformação tecnológica. Mas nada nos distancia do objetivo central. Estamos avançando no tecnológico, mas mantendo o foco na contribuição que temos a obrigação de dar para nossa sociedade", destacou o jornalista Daniel Cabral, Diretor Corporativo e de Jornalismo da TV.

Emocionada, a apresentadora Priscila de Sousa agradeceu em nome da família. "Eu tinha apenas 10 anos de idade quando tudo começou. Nem sabia o que queria ser na vida, mas que queria ser como meu pai. Somos tão gratos por esse sonho ter chegado até aqui. A empresa inteira se trata como família e sempre voltada para pensar no melhor para o povo potiguar"

Prestigiada, a sessão reuniu deputados e atuais e ex-colaboradores da TV, além de personalidades do jornalismo representando o Governo do Estado, Prefeitura do Natal, Câmara Municipal de Natal e Marinha do Brasil.

História

Fundada em 1986, a TV Ponta Negra surgiu tímida, com um concessão para transmissão do sinal de tv. Fundador, o senador Carlos Alberto de Sousa buscou Silvio Santos para filiar a TV, que passou a ser retransmissora do SBT.

Nos dez primeiros anos, os primeiros programas traçaram a rota de sucesso, projetando Carlos Alberto de Sousa e sua filha, Micarla de Sousa.

Nos anos 2000, a TV consolidou sua trajetória e passou a conquistar espaço na audiência, o que se consolidou na década de 2010, quando virou rotina seus programas na faixa do meio dia liderarem as mensurações de audiência do Ibope.

brenobannernovo

Comentários (0)