Banner

Estadual

Policiais civis descumprem volta de 50% do efetivo determinado pela Justiça

Imprimir
PDF

O Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) está descumprindo, desde a manhã desta segunda, a determinação do Desembargador Caio Alencar (Tribunal de Justiça) que manda a volta imediata ao trabalho de 50% do contingente da categoria.

 

O descumprimento da decisão acarreta em multa diária para o Sindicato de R$ 50 mil reais. O pedido foi feito pela Procuradoria-Geral do Estado em caráter de liminar, que, além da volta dos 50%, pedia a ilegalidade da greve, que não foi aceito.

 

Dos pedidos feitos pela categoria ao Governo do Estado, seis deles já estão sendo encaminhados e vão ser cumpridos ao final da paralisação, entre eles a troca das quentinhas por ticket alimentação, a limpeza das delegacias, que vai ser terceirizada, e a retirada dos presos das delegacias, juntamente com a Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania – Sejuc.


Com informações do DNOnline.

Comentários (0)

Manifestantes expandem o "Fora" para outras autoridades

Imprimir
PDF

Apesar de o motivo de união dos manifestantes acampados na Câmara Municipal de Natal (CMN) ter sido a rejeição à gestão da prefeita Micarla de Sousa (PV), o grupo, até então caracterizado como “Fora Micarla”, se transformou em movimento do “Fora”.

 

 Embora não tenha líder, o manifesto possui vários articuladores, que já dizem abertamente a nova abrangência da manifestação. “Aqui não é só fora Micarla. É fora Rosalba, fora Paulinho, fora Edivan. É preciso reiniciar o sistema”, discursou um dos membros do grupo.

 

A conquista da abertura da Comissão Especial de Inquérito (CEI) dos contratos, que será discutida amanhã, é o objetivo da ocupação da Câmara. O grupo pretende continuar pressionando a classe política do Rio Grande do Norte.

Comentários (0)

Trabalho infantil atinge 80 mil no Rio Grande do Norte

Imprimir
PDF

O Rio Grande do Norte é o décimo estado do Brasil que tem mais crianças e adolescentes, entre 5 e 17 anos, trabalhando. De acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2009, são 82.195 vítimas do trabalho infantil no estado. João e o primo dele devem estar nessas estatísticas e não nas divulgadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Empredo do RN, que retirou da situação de exploração infantil 218 crianças em 2011. A presidente do Fórum de Erradicação do Trabalho Infantil (Foca), Marinalva Cardoso, junto com mais quatro auditoras, são responsáveis por fiscalizar os 167 municípios potiguares.

 

Nesta semana, durante o Seminário Estadual Alusivo ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, que é comemorado hoje, Marinalva falou que a meta do país é erradicar o trabalho infantil até 2015. De fato, o número de crianças trabalhando no Brasil vem diminuindo, mas na opinião do Procurador do Trabalho Xisto Thiago de Medeiros Neto, isso será impossível. "Eu não acredito na erradicação do trabalho infantil até 2015. De um lado, está um grupo que cotidianamente se esforça e, do outro, estão os administradores públicos descompromissados. São raros os casos de compromisso efetivo. Não há prioridade de política pública para o trabalho infantil", opinou.

 

Com informações do DNonline.

Comentários (1)

Manifestantes preparam #ForaRosalba

Imprimir
PDF

Os manifestantes do movimento até agora "Fora Micarla" decidiram focar os protestos também contra a governadora Rosalba Ciarlini (DEM). No próximo dia 21, eles pretendem invadir a governadoria e acampar lá por tempo indeterminado. 

 

A intenção é pressionar o governo a atender as reivindicações dos servidores estaduais e pedir o impeachment da democrata, que ainda completará seus primeiros seis meses de gestão no final deste mês.

Comentários (0)