Banner

Estadual

RN já gastou R$ 22 milhões só em consultorias e projetos da Copa

Imprimir
PDF

Os gastos com a Copa do Mundo 2014 no Brasil fluem como um rio que corre ao encontro do mar. Até a realização do mundial, serão gastos aproximadamente R$ 5,07 bilhões somente com a construção dos estádios/arenas multiuso. As obras, porém, serão produtos finais de uma engenharia superdimensionada e, de acordo com especialistas, dispensáveis à maioria das cidades-sede. No Rio Grande do Norte, o dispêndio começou ainda em 2009 e já soma cerca de R$ 22,3 milhões três anos antes dos jogos. São consultorias, projetos executivos, publicidade.

Já as obras, se resumiram a derrubada de uma creche e ao cercamento do estádio Machadão e entorno. Somente o Governo do Estado, gastou cerca de R$ 13 milhões com a confecção de projetos básicos e maquetes virtuais em terceira dimensão que acabaram se tornando inúteis. Mesmo com o cancelamento dos contratos - orçados em R$ 27,47 milhões - com as empresas Populous Arquitetura Ltda e Stadia - Projetos, Engenharia e Consultoria Ltda, o Estado arcou com uma despesa de cerca de R$ 10 milhões. O custo foi confirmado pelo secretário extraordinário da Copa do Mundo 2014, Demétrio Torres.

Com informações da Tribuna do Norte.

Comentários (0)

Ical vai investir R$ 300 milhões no RN e gerar 1.200 empregos

Imprimir
PDF

Uma das fábricas mais conhecidas na produção de Cal, a Ical chega ao Rio Grande do Norte onde vai montar suas instalações na cidade de Baraúna com investimento projetado na ordem de R$ 300 milhões com a geração estimada de 200 empregos diretos e 1000 indiretos.

Segunda-feira (11), no prédio da Governadoria, às 11h, a governadora Rosalba Ciarlini e os secretários Benito Gama, do Desenvolvimento Econômico, e José Airton da Silva, da Tributação, vão assinar o protocolo de intenções do Governo do Estado para com a empresa mineira, que só ano passado produziu 1,5 milhão de toneladas de cal.

A iniciativa do Rio Grande do Norte com o protocolo, que enquadra a empresa no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial (Proadi), resulta na captação da primeira fábrica da Ical na região Nordeste do país e cuja expectativa é que produza 400 mil toneladas de cal e 1,5 milhão de tonelada de calcário.

Comentários (0)

PRF desarticula esquema de falsificação de carteiras de estudantes no RN

Imprimir
PDF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) desarticulou um esquema de falsificação de carteiras de estudantes no interior do Rio Grande do Norte. O flagrante aconteceu após o motorista Josielton de Medeiros, 27 anos, ser parado em uma blitz, e além de apresentar a carteira de habilitação e o documento da moto, mostrar a carteira de estudante.

De acordo com a PRF, Joseilton de Medeiros conduzia uma motocicleta Honda CB 500, de placas IHM-6323. Ao apresentar a carteira de estudante, o agente perguntou qual era o curso que ele fazia na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (08). A resposta foi física, diferente da que continha no documento falsificado, que era química.

Joseilton terminou confessando que o documento era falso e que ele só tinha concluído o ensino médio. A carteira de estudante custou R$ 15. Ele informou que o responsável pela confecção das carteiras, na região do Seridó, era um homem identificado como Josivan.

Ainda segundo a PRF, poucos instantes depois da abordagem, Josielton chamou a atenção dos policiais para um Siena prata, de placas NNN-9328/RN, informando que o condutor daquele veículo tratava-se de Josivan. Dentro carro, foram encontradas oito carteiras de estudantes. José Josivan de Lucena, 32 anos, confessou que sete eram falsificadas, e que o gerente da empresa em que trabalha havia solicitado a confecção do material.

Entre as carteiras apreendidas, havia encomendas para Natal, Santa Cruz, Currais Novos e Caicó.

Com informações do DNOnline.

Comentários (0)