Banner

Política

Rafael Motta: "Não podemos fechar os olhos e esquecer todos os que serão atingidos com a Reforma da Previdência"

Imprimir
PDF

rafaelentrevistaprevidenciaO deputado federal Rafael Motta, do PSB, afirmou ontem (10), em entrevista à jornalista Anna Ruth Dantas, na 94 FM, que não se pode esquecer dos mais humildes neste momento de discussão da Reforma da Previdência e que, por isso, a proposta enviada pelo Governo Federal  que trata sobre o assunto deve ser melhor discutida, para que não se penalize o trabalhador. A afirmação foi feita ao lado do presidente da Fundação João Mangabeira, o ex-governador do Espírito Santo, Renato Casagrande. O parlamentar também defendeu uma ampla discussão da reforma em entrevista concedidas para outros veículos de comunicação como o Agora RN, a 95 FM, blogs e jornais impressos.

"Estamos mexendo com setores sociais fragilizados da nossa economia, com professores, mulheres, trabalhadores rurais, beneficiários de programas de prestação continuada. A gente não pode simplesmente fechar os olhos e esquecer uma massa que vai ser a mais atingida", afirmou o parlamentar, acrescentando que o ideal seria discutir amplamente o assunto, com diferentes segmentos sociais.

Para o ex-governador do ES, Renato Casagrande, o PSB "compreende que é preciso ter uma Reforma da Previdência, mas a proposta apresentada pelo atual governo é muito conservadora e ataca alguns setores da sociedade desprotegidos". "Tem alguns absurdos nessa reforma que fragiliza muito a Previdência dentro do contexto da seguridade social", acrescentou Casagrande, que é também secretário-geral do PSB Nacional.

Casagrande está em Natal para participar de evento promovido pela FJM em parceria com o PSB-RN, intitulado "Sem Crise: Desafios do Gestor em Tempos de Recessão", realizado ontem (10), Casagrande deu entrevistas a jornais impressos, sites e a rádios locais.

Comentários (0)

Ex-governador do Espírito Santo fala sobre segurança em evento do PSB no RN

Imprimir
PDF

foto_68Para falar sobre as experiências exitosas dele na área da segurança pública, o ex-governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, chega ao Rio Grande do Norte nesta quinta-feira (9) para participar do seminário "Sem Crise: Desafios do Gestor em Tempos de Recessão". O evento é organizado pela Fundação João Mangabeira, que tem Casagrande como presidente, e o PSB no Rio Grande do Norte, presidido pelo deputado federal Rafael Motta, e ocorrerá nesta sexta-feira (10), às 8h, no Hotel Holiday Inn.

Durante a gestão Casagrande no Espírito Santo, o estado reduziu sua taxa de homicídios de 60 para cada grupo de 100 mil habitantes para 39,4. No sistema prisional, o governo conseguiu reduzir a superlotação nos presídios e recebeu o reconhecimento do Ministério da Justiça como o melhor em política prisional em 2014.

"Casagrande tem uma grande experiência nessa área. Quando governador, ele colocou a segurança pública como uma das prioridades, fazendo um trabalho não só com o fortalecimento da polícia, como também do esporte, da saúde, da educação e do desenvolvimento urbano em áreas de maior vulnerabilidade social. E conhecer melhor experiências exitosas na área da segurança é muito importante, sobretudo, diante do momento que vivemos", afirmou Rafael Motta.

As experiências positivas do governo Renato Casagrande estão no livro "Estado Presente — Em Defesa da Vida", que relata a experiência do programa de Segurança Pública "Estado Presente", que Casagrande implantou enquanto ainda governava o Espírito Santos.

autoescolar3a1banner

Comentários (0)

Nas inserções do PSB, Rafael Motta destaca envio de mais de 32 milhões para o RN

Imprimir
PDF

foto_1_17As inserções do Partido Socialista Brasileiro (PSB) no Rio Grande do Norte começaram a ir ao nesta segunda-feira (6) na televisão e trazem um balanço das ações do partido e de seus parlamentares na busca por recursos e na apresentação de projetos. E dentre as ações elencadas, estão as do deputado federal Rafael Motta, que já apresentou quase 20 projetos de lei e destinou, por meio de emendas parlamentares, mais de R$ 32 milhões para o Rio Grande do Norte.

"Os recursos foram utilizados no Hospital Onofre Lopes, na Liga Contra o Câncer, na UPA de Pajuçara , além de obras e ações em outros municípios potiguares. E o compromisso é continuar, pois com o PSB é assim: trabalho e resultado", afirmou o deputado federal Rafael Motta, presidente estadual do PSB.

Os deputados estaduais pessebistas Tomba Farias, Larissa Rosado e Ricardo Motta também gravaram as inserções da sigla que vão ao ar durante este mês de março.

banner_carloschagas

Comentários (0)

PSB e Fundação João Mangabeira promovem seminário em Natal

Imprimir
PDF

fotomangabeiraA Fundação João Mangabeira e o Partido Socialista Brasileiro do Rio Grande do Norte realizam nesta sexta-feira (10), no Hotel Holiday Inn, em Natal, o seminário "Sem Crise: Desafios do Gestor em Tempo de Recessão", com o objetivo de apresentar aos gestores públicos potiguares ações e alternativas para momentos de crise econômica. O evento contará com a presença do deputado federal Rafael Motta, presidente do PSB-RN e de Renato Casagrande, presidente da Fundação João Mangabeira, além de parlamentares estaduais, municipais, prefeitos, vice-prefeitos e lideranças.

Além de Renato Casagrande, que é ex-governador do Espírito Santo, o seminário terá palestra de Magnus Henrique de Medeiros, mestre em Gestão Pública e especialista em Gerenciamento de Projetos, que falará sobre como e onde conseguir recursos.

supercopia_ok

Comentários (0)

Na TV, Rogério Marinho defende trabalho para presos e redução da maioridade penal

Imprimir
PDF

Rogrio20discursa20no20plenrioJá estão sendo veiculadas as novas inserções do PSDB-RN nas emissoras de rádio e televisão do Estado. Entre os vídeos, estão duas mensagens do deputado federal Rogério Marinho, presidente de honra da legenda no Rio Grande do Norte. Em uma delas, o parlamentar defende trabalho para os presos do país e a redução da maioridade penal.

"No Brasil e no RN chegamos a um estágio intolerável da violência. São mais de 60 mil assassinatos por ano. Precisamos reformar o nosso sistema carcerário. O preso precisa trabalhar para retribuir a sociedade o seu sustento. É urgente a redução da maioridade penal para 16 anos para acabar com a impunidade, e também revogar o estatuto do desarmamento, para torar a sociedade mais segura", diz o deputado.

Na segunda mensagem o tucano aborda o aumento do orçamento da educação no país, que triplicou nos últimos 10 anos. "Mas, 89% das crianças brasileiras no 3º do ensino fundamental não estão corretamente alfabetizadas. Isso é fruto da má gestão e da doutrinação nas escolas, patrocinada pelo governo do PT. Nós achamos que basta de brincar com educação. A escola não é palanque eleitoral, é lugar de estudar".

Os vídeos estão disponíveis na página oficial do deputado no facebook (www.facebook.com/rogeriosmarinho) ou no youtube. O vídeo sobre segurança pode ser visto aqui https://www.youtube.com/watch?v=jaCJWG7ebQw e a mensagem sobre educação está disponível aqui https://www.youtube.com/watch?v=7N8i6AN-kvo. 

banner_carloschagas

Comentários (0)