Banner

Local

IFRN Santa Cruz se destaca no desenvolvimento de projetos de pesquisa

Imprimir
PDF

samiradelgado_okO campus de Santa Cruz do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) tem se tornado referencia no trabalho de pesquisa e desenvolvimento de projetos por parte dos alunos da instituição.

Ao longo de 2016, estes projetos se consolidaram. Diversas pesquisas foram apresentadas por alunos em eventos realizados em todo o país, e seus projetos foram credenciados para feiras internacionais.

O trabalho tem sido incentivado pelos docentes do campus, que acreditam que os projetos ajudam a melhorar a qualidade de vida das pessoas, e dão esperança, especialmente, a classes de pessoas menos favorecidas.

A diretora geral do IFRN Santa Cruz, Samira Delgado, destaca alguns destes projetos desenvolvidos por alunos do instituto. "Nós temos o projeto de bengala eletrônica que busca ajudar os vegos a caminharem em meus as barreiras das cidades. Além disso, temos o projeto "Energia do Sertão" que quer levar energia solar e eólica a locais onde ainda não se tem energia elètrica. O objetivo é fazer o estudante pensar e criar alternativas para a população ser beneficiada", destacou Samira Delgado.

A expectativa do IFRN é que em 2017, a instituição possa oferecer, além dos cursos regulares, cursos rápidos, atendendo a demandas corriqueiras da população, aumentando as vagas que são oferecidas e o acesso das pessoas ao instituto federal.

SANTACRUZ460X67-adek

Comentários (0)

Paulo César Beju: Quis documentar que apenas receberei o subsídio de vereador, sem gratificações extras

Imprimir
PDF

paulocesar_liderO vereador Paulo César Beju entrou em contato com o Blog na manhã de hoje e explicou porque entrou com o oficio abrindo mão de receber remuneração extras da Câmara.

Segundo o legislador, no regimento interno da Câmara de Vereadores de Santa Cruz, no artigo 71, existe a possibilidade de um vereador receber remunerações extras, além do subsidio mensal, e que ele abre mão deste tipo de benefício. "Não quero receber benefícios extras, além do subsidio, se não é uma prática da Casa, que bom, mas quero assegurar isso de forma documental", explicou Paulo César.

Ainda segundo o vereador, não foi objetivo dele afirmar que outros colegas já receberam algum tipo de benefício extra, e que quer manter um mandato transparente para seus eleitores. "Não foi meu objetivo dizer que algum vereador já receber por participar de sessão ou outro tipo de benefício extra, mas quero deixar claro a meus eleitores que só receberei aquilo que for de direito, respeitando as normas da Casa", enfatizou o vereador.

ARTE_PARA_BLOG

Comentários (0)

Inexperiente, vereador Paulo César Beju faz mídia por prática inexistente no Legislativo Municipal

Imprimir
PDF

documentopaulocesarOs vereadores da base governista refutaram a ação feita pelo vereador Paulo César Beju em tentar se sobressair de uma situação inexistente na Câmara Municipal de Vereadores de Santa Cruz.

Ontem, o vereador Beju assinou um oficio dizendo que não quer receber remuneração extra por participar das sessões da Câmara de Vereadores, afirmando que é obrigação de cada parlamentar participar das sessões sem receber extra.

Mas, de acordo com os vereadores governistas, o que Paulo César fez foi algo que não existe na prática dentro do Legislativo, pois nunca existiu o pagamento para vereadores participar por sessão, seja ordinária, ou extraordinária.

Segundo o vereador Tiago Augusto, além de ser uma prática inexistente, pagar por participar de sessão é ilegal. "Existe uma norma do Supremo Tribunal Federal que baniu a prática de pagamento por participação de vereadores das sessões do Legislativo. Além disso, mesmo na época que se podia fazer, nunca foi feito. Eu quando foi vereador, o ex-prefeito Péricles Rocha convocou algumas sessões extraordinárias que participamos e nunca recebemos por isso", enfatizou Tiago Augusto.

Ao que parece, o vereador Paulo César, legislador em primeiro mandato, ainda não conhece bem as práticas do Legislativo, ou está querendo aparecer perante a opinião pública com desconhecimento.

Comentários (0)

Santa Cruz tem 15% a menos de homicídios em 2016, mas ainda figura entre os 20 municípios com mais mortes no RN

Imprimir
PDF

plantaopolicial-okSanta Cruz terminou o ano de 2016 com 18 homicídios registrados no município. O número representa uma queda de 15% quanto ao que foi registrado em 2015, quando 21 pessoas foram assassinadas.

O dado mais positivo desta estatística é quando analisamos os dois semestres de 2016. Dos 18 homicídios no ano passado, 12 aconteceram no primeiro semestre, enquanto apenas 6 foram registrados nos últimos seis meses do ano.

Mesmo com os índices melhores no segundo semestre, Santa Cruz terminou o ano de 2016 entre os 20 municípios com maior número de homicídios no ano passado. Tangará foi outro município da região a constar na lista, com 15 assassinatos.

Nos últimos anos, 2013 foi o que teve maior número de assassinatos em Santa Cruz, com 29 mortes violentas. Já o ano seguinte, 2014, foi o de menor número de mortes, com apenas 7 assassinatos.

A falta de investimentos do Estado ainda é gritante em segurança pública, com número reduzido de policiais e pouco investimento em estrutura e treinamento dos praças.

supercopia_ok

Comentários (0)

Campo Redondo recebe R$ 315 mil para saúde, via emenda de Rafael Motta

Imprimir
PDF

rafaelmotta_discursofimsemestreO deputado federal Rafael Motta (PSB) conseguiu junto ao Governo Federal o pagamento de R$ 315 mil para a manutenção da Atenção Básica de Saúde de Campo Redondo. No total, o parlamentar destinou R$ 667,9 mil para o município.

São duas as emendas para saúde, no valor total de R$ 417 mil. Há ainda outra emenda, de R$ 250 mil, para a pavimentação, que já foi empenhada.

ARTE_PARA_BLOG

Comentários (0)