Banner
05
Sep

Em Currais Novos, prefeito do PT não paga piso dos professores e terceiriza mão de obra

Imprimir
PDF

DEPUTADO_ESTADUAL_TOMBA_FARIAS

Indo de encontro a retórica do Partido dos Trabalhadores (PT), o prefeito de Currais Novos, Odon Júnior (PT), firmou diversos contratos de terceirização de mão de obra, envolvendo um valor global superior a três milhões e 800 mil reais, beneficiando as empresas CSA Construções e Serviços Ambientais, Transloc Transporte, Locação, Construção, Limpeza, conservação e Serviço  e Lemon Terceirização e Serviços. O governante petista também não paga desde o último mês de janeiro de 2017 piso salarial nacional aos professores do município.

A postura de Odon Júnior, que mostra a distância entre o discurso e a prática dos governos petistas, foi denunciada na tarde de hoje, na Assembleia Legislativa, pelo deputado estadual Tomba Farias (PSB).

"Eu não consigo entender como é que se questiona a terceirização e se executa aquilo que se questiona. Para minha surpresa, vejo ainda no Diário Oficial a publicação de Atas de terceirização de mão de obra para a prefeitura, que tem 487 funcionários contratados. O valor dessas Atas ultrapassa os R$ 3 milhões e através delas vão fazer a terceirização de serviços no município", enfatizou o parlamentar.

PISO SALARIAL

Tomba Farias também revelou que Odon Júnior, desde o início do ano em curso, não paga o piso salarial nacional aos professores do município. O parlamentar fez um apelo para que o chefe do Executivo de Currais Novos cumpra a lei e pague aos professores de acordo os termos do art. 5º da Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008, que estabelece a atualização anual do piso nacional do magistério, sempre a partir de janeiro.

"Na cidade de Currais Novos até hoje não é pago o piso salarial dos professores. Eu quero cobrar aqui ao prefeito, para que ele passe a pagar aos professores. Toda vez que vou à cidade de Currais Novos sou cobrado sobre esse assunto", destacou.

Segundo o parlamentar, na cidade  de Santa Cruz, a prefeita Fernanda Costa paga regularmente o piso dos professores, enquanto em Currais Novos essa conquista do magistério não vem sendo cumprida.

"Se isso acontecesse  na cidade de Santa cruz, o mundo caia e os professores iam para as ruas, pedindo a prefeita que o piso fosse pago. É preciso que o prefeito de Currais Novos repense e comece a tomar como ponto de partida da sua gestão o pagamento do piso dos professores".

DIRIO_OFICAL_-_ATA_TERCEIRIZAO

banner_carloschagas

Comentários (0)