Banner

Estadual

Banco do Nordeste tem melhor ouvidoria em ranking do Banco Central

Imprimir
PDF

banco-do-nordeste_logo

O Banco do Nordeste tem a ouvidoria com melhor índice do país no "Ranking de Qualidade de Ouvidorias", publicação do Banco Central (BACEN). A avaliação é realizada entre as instituições financeiras com mais de 4 milhões de clientes e o resultado é relativo ao terceiro trimestre deste ano.

O BNB é o único banco do país desta categoria a conquistar a nota máxima de 5 no trimestre. O ranking é formado a partir das demandas registradas pelo público e considera bancos comerciais, múltiplos, cooperativos, de investimento, filiais dos bancos estrangeiros, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento e investimento (SCFI) e administradoras de consórcio.

O funcionamento das ouvidorias é regulado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Elas têm atribuições de prestar atendimento de última instância às demandas dos clientes e usuários de produtos e serviços que não tiverem sido solucionadas nos canais de atendimento primário da instituição; atuar como canal de comunicação, inclusive na mediação de conflitos; e informar ao Conselho de Administração a respeito de suas atividades.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)

Cemitérios em Felipe Guerra passam por manutenção para dia de finados

Imprimir
PDF

Pintura_no_Cemitrio_pblico_de_Felipe_Guerra.Foto_1

Os três cemitérios públicos do município de Felipe Guerra estão passando por manutenção, conforme informou nesta quinta-feira (31), o Secretário Municipal de Obras e Infraestrutura,Suelliton de Brito.

Na manutenção está sendo feito reparos desde limpeza, pintura e consertos na parte elétrica no cemitério Antônio Leite na Cidade Alta, do cemitério do Mulungu e do Arapuá,ambos esses últimos localizados na zona rural do município de Felipe Guerra.

A manutenção faz parte do cronograma estabelecido pelo governo municipal de Felipe Guerra, na gestão do Prefeito Haroldo Ferreira e sob a coordenação geral do secretário Suelliton de Brito.

Os reparos são para que os cemitérios públicos quando irá acontecer o dia de finados no próximo sábado, dia 2 de Novembro e os locais estejam organizados e limpos para receber a visitação dos parentes e familiares dos entes queridos dos falecidos.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)

Seap leva cursos profissionalizantes às internas da João Chaves

Imprimir
PDF

Caminho_Senai_Curso_Seap

Cinquenta internas do Complexo Penal Dr. João Chaves Feminino, na Zona Norte de Natal, participam de cursos de qualificação profissional numa ação promovida pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e o Senai. A Seap montou 12 turmas em unidades penais do Estado, através de um contrato com o Senai no valor de R$ 245 mil. "São oito cursos profissionalizantes. Nosso objetivo é muito claro, manter o controle do sistema e levar educação e trabalho às unidades penais", explicou o secretário Pedro Florêncio.

A diretora do presídio, Jacinta Costa, disse que o curso teve início no último dia 21 e se estenderá até 19 de dezembro. São 160 horas aula com atividades teóricas e práticas. "A aceitação foi muito positiva. Aqui estamos com os cursos de padeira e costureira", falou.

A instrutora do Senai, Nayara Oliveira, que ministra o curso de panificação, explicou que as internas estão sendo capacitadas a fazer pães, biscoitos, bolos e salgados. Para viabilizar as aulas, o Senai levou vários equipamentos ao presídio, como um forno industrial, e uma unidade móvel para o curso de Costureira.

A interna Daniele Pereira, que participa do curso de panificação, disse que está "agarrando a oportunidade com muito empenho". "É uma chance de sair daqui ressocializada, com uma atividade e quem sabe até empreender", contou. Todas as atividades são supervisionadas por uma equipe de agentes penitenciários, que cuidam de toda rotina de segurança. "Nós percebemos o compromisso das internas e dos agentes penitenciários com essa oportunidade de ressocialização", observou Jacinta Costa. A João Chaves Feminina abriga atualmente 131 internas em regime fechado.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)

Museu Câmara Cascudo inaugura Jardim Sensorial nesta quinta-feira

Imprimir
PDF

Parque-da-Ciencia-MCC_17Jan19_Cicero-Oliveira-BR25-300x200Um espaço para explorar os cinco sentidos humanos: olfato, audição, tato, paladar e visão. Essa é a proposta de criação do Jardim Sensorial, que será inaugurado nesta quinta-feira, 31 de outubro, às 8h30, no Parque das Ciências, no Museu Câmara Cascudo (MCC), em Natal. Além da inauguração, será realizada, durante todo o dia, uma vasta programação com compartilhamento de experiências, cursos práticos, atividades lúdicas e visitas guiadas.

O Jardim Sensorial nasceu de um projeto de extensão dentro do programa do Parque das Ciências, idealizado este ano. A proposta foi encaminhada para o Circuito Urbano do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT) e foi aprovada, sendo o único evento que faz parte do Circuito Outubro Urbano da ONU no estado. "Nós fomos o único projeto selecionado este ano no edital do Habitat no RN", revela a professora Magnólia Araújo, uma das coordenadoras do Parque das Ciências.

Segundo ela, os jardins sensoriais nasceram como espaços de inclusão de pessoas cegas e são muito comuns na Europa, mas, no Brasil, existem poucos espaços como esse. "No Jardim Sensorial do MCC, a experiência começa com a sequência de plantas que estimulam o olfato, muitas delas são medicinais, depois passamos para as que estimulam a visão, o paladar, o tato e a audição", ressalta.

O percurso todo é acessível a cadeirantes e as plantas são identificadas com letras ampliadas, para quem tem baixa visão, e também em Braille, para cegos. Segundo Magnólia Araújo, o Jardim também terá abordagem voltada para educação em ciência. "Há vários temas que podem ser explorados no Jardim Sensorial, então escolas também podem agendar visitas", explica.

Para visitar o espaço, os interessados podem ir ao local ou fazer agendamentos de grupos com visitas acompanhadas por monitores do Parque, da terça-feira a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. As visitas podem ser agendadas entrando em contato com o Parque das Ciências, pelo Facebook ou Instagram, ou mesmo pelo email parquedaciencianatal@gmail.com.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)

8ª Caminhada Histórica de Natal acontecerá no dia 30 de novembro

Imprimir
PDF

A Caminhada Histórica de Natal chega à sua oitava edição no dia 30 de novembro, firmando o compromisso de resgatar a cultura e a identidade natalenses, por meio do rico acervo histórico da cidade. Neste ano, o evento conta ainda com novidades que abrangem questões ambientais e de acessibilidade, além de concursos que premiarão estudantes, músicos e fotógrafos.

Sucesso no calendário de eventos de Natal, a Caminhada Histórica tornou-se referência no resgate cultural da cidade e na valorização de todo o patrimônio histórico, enriquecendo ainda mais o potencial turístico da capital potiguar. O percurso terá início às 15 horas, na Praça André de Albuquerque e passará por 50 locais de destaque da cidade, contemplando monumentos e atrações históricas, com a contextualização e a explicação sobre a importância de cada um, até finalizar na praça da Igreja do Bom Jesus Das Dores. A inscrição poderá ser feita com a doação de 2kg de alimentos não perecíveis (exceto sal) por pessoa, que vão ser entregues a instituições parceiras. As doações poderão ser realizadas a partir do dia 1º de novembro nos seguintes postos de troca: Avohai Centro, Videira e Supermercados Favoritos da Ayrton Senna e de Ponta Negra.

Este ano, a preocupação com as questões ambientais será de grande relevância em todas as etapas de realização do evento. Durante a divulgação, todo o material impresso utilizado terá o selo FSC, uma certificação internacionalmente reconhecida que garante a procedência a partir de manejo florestal responsável. Além disso, durante a Caminhada, catadores devidamente cadastrados e identificados estarão trabalhando para impedir o acúmulo de lixo nas ruas e promover a coleta seletiva. As ações de cunho ambiental que têm como mote a frase "Quem ama preserva e cuida do próximo", reforçam ainda mais o objetivo principal da Caminhada em valorizar a cidade como um todo.

Pensando na importância da participação de todos os natalenses, a organização prepara um ambiente inclusivo e acessível. A ideia é que todos possam interagir durante o percurso. Para isso, haverá interprete de Libras traduzindo, em tempo real, para a comunidade surda todo o conteúdo da Caminhada. Também estão sendo feitas parcerias com instituições responsáveis por crianças com Síndrome de Down e Autismo.

"A Caminhada tem como objetivo promover a integração entre a população e sua identidade. Queremos mostrar todo o potencial turístico de Natal, que já é internacionalmente conhecido por suas belas praias, avançando para questões históricas e culturais, por meio do rico acervo que está à nossa disposição. Nossa expectativa é que o público seja de 5 mil pessoas e que possamos arrecadar mais de 10 toneladas de alimentos", destacou Jarbas Filho, diretor da Viva Entretenimento, idealizador e promotor do evento.

Mais uma novidade para esse ano é o I Concurso de Redação da Caminhada Histórica, realizado em parceria com a Assembleia Legislativa do RN. Com tema voltado para a história e a cultura de Natal, o concurso pretende aproximar os estudantes da riqueza cultural da cidade. O edital já está disponível no site da ALRN. Os vencedores serão anunciados no dia do evento. Além disso, serão realizadas as segundas edições dos concursos de música e fotografia, que foram sucessos no ano passado e premiaram grandes talentos locais. As fotografias deverão ser tiradas durante a Caminhada e as músicas, cuja inspiração deve ser a cidade de Natal, serão apresentadas no dia do evento. Serão premiados os três primeiros lugares em cada categoria.

Banner_Queijeira_1950x300

Comentários (0)